Follow by Email

domingo, 25 de setembro de 2011

Saiba quais são os 10 principais gastos com cães e gatos





No ano passado, o mercado de pets movimentou R$ 10,14 bilhões no Brasil, 8,5% a mais que em 2009. Agora em 2011, a estimativa é que esse mercado movimente R$ 11,26 bilhões, segundo o estudo Pet Brasil, realizado pela Gouvêa de Souza.

A pesquisa, realizada com 1.040 pessoas donas de animais de estimação em São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Porto Alegre, aponta que 73% possuem cães e 24% gatos.

Gastos
Cada vez mais os consumidores gastam com seus animais de estimação. "O animal se tornou membro da família", diz João Carlos Colombo, veterinário há 25 anos. De acordo com ele, há pessoas que deixam de gastar com elas para gastar com o seu pet.

Abaixo estão listados 10 gastos que os donos têm com seus cães e gatos.

- Alimentação: segundo a gerente de Marketing da Cobasi, Daniela Bochi, o gasto com os cães varia conforme o porte do animal. No caso de cães de grande porte, como rottweiler, pastor alemão e boxer, o dono gasta, em média, R$ 140 por mês. Já com animais de médio porte, como cocker spaniel e schnauzer, o gasto médio é de R$ 65. Os cães de pequeno porte são os que menos consomem ração, portanto, os gastos também são mais baixos, chegando em média a R$ 30 por mês.

- Veterinário: além dos gastos com a consulta rotineira ao veterinário, há possibilidade de gastos esporádicos, ou seja, quando o animal apresenta alguma doença, como problemas respiratórios, gastrointestinais e problemas na pele. Nesses casos, segundo Colombo, os gastos chegam a R$ 600.

- Medicamento: segundo o veterinário João Carlos Colombo, o gasto médio com medicamentos para os pets é de R$ 50 a R$ 70 por enfermidade, ou seja, se o animal ficar doente mais de uma vez no ano, o gasto será duplicado. A gerente de Marketing acrescenta que os medicamentos de prevenção contra pulgas, que são de aplicação mensal, chegam a custar R$ 60.

- Vacina: os donos, tanto de cães quanto de gatos, gastam de R$ 150 a R$ 180 somente em vacinas, de acordo com Colombo. Em comum, os pets devem tomar todo ano a vacina contra a raiva.

- Banho: aqueles que levam os animais de estimação para tomar banho em pet shop devem ficar atentos, porque o valor varia conforme o porte do cão. Segundo Daniela, os donos de cães de grande porte gastam até R$ 60. Já o banho dos animais de pequeno porte chega a R$ 30, e o dos médios, R$ 36.

- Tosa: em época de calor, os cães mais peludos, para não sofrer com as altas temperaturas, são tosados. Os gastos variam de R$ 40 a R$ 70.

- Acessórios: escova para os pelos, escova e pasta de dente, roupas, fralda higiênica, gel para a limpeza das patas, carrinhos de passeio e brinquedos. Esses são apenas um pouco dos muitos acessórios para pets. De acordo com Colombo, os gastos mensais com esses itens chegam a R$ 80.

- Hotel: quando o dono viaja e não tem como levar seu animal de estimação consigo, os hotéis para pets podem ser uma solução. De acordo com a proprietária da Dogtown, Renata Caetano, há hotéis nos quais os animais ficam presos o dia inteiro e aqueles nos quais os animais ficam livres a maior parte do dia. No entanto, segundo o veterinário Colombo, os donos procuram hotéis que permitam aos animais ficarem soltos. De acordo com Renata, a diária varia de R$ 50 a R$ 90, dependendo do pacote e feriados.

- Creche: quando os donos saem para trabalhar, os cães ficam em casa, muitas vezes sozinhos, o que acaba estressando o animal e fazendo com que ele estrague objetos da casa para chamar a atenção. Na creche para cães, o animal pode se sociabilizar com outros cães. Porém, Colombo, que também é proprietário do Pet Hotel Dog Life, explica que, para o animal entrar tanto no hotel quanto na creche, ele deve estar com todas as vacinas em dia, com controle de vermifugação e ectoparasitas (carrapatos). Além da saúde, Renata também diz que os animais devem ser sociáveis. A mensalidade da creche varia de R$ 300 a R$ 700.

- Adestramento: engana-se quem pensa que adestramento é somente para o cão proteger a casa. Segundo Colombo, a maioria dos cães que vão para o adestramento tem problemas de comportamento, como morder objetos da casa, serem agressivos, latirem demais, terem medo de sair na rua ou andar de carro. O custo do adestramento, segundo Renata, é de R$ 50 a R$ 60/hora-aula.