Follow by Email

sábado, 22 de novembro de 2014

Gatos precisam beber muita água para evitar problemas renais



Passados milhares de anos após a domesticação das espécies mais próximas ao homem, cão e gato continuam a manter hoje comportamentos vindos de seus ancestrais. Os gatos, por exemplo, cultivam um hábito que pode trazer problemas graves: ingerem pouca água diariamente. Segundo registros históricos, os nosso gatos domésticos descendem dos felinos selvagens africanos da espécie Felis libyca, que viveu há mais de quatro mil anos.

Sem muita sede 

Alexandra Caridade, veterinária e proprietária da Clínica Veterinária CAT para Gatos (RJ), explica que os gatos selvagens, moradores de desertos, se alimentavam de pequenos mamíferos que tinham composição corporal de cerca de 70% de água. “Com a domesticação e em busca de uma melhor qualidade alimentar, os bichanos passaram a comer a ração, que é um alimento com menor teor de água”, afirma. “Mesmo assim, mantiveram o hábito de ingerir pouca água”, completa.

Diferentemente dos cachorros, os felinos concentram muito sua urina, aproveitando mais água em seus rins. “Eles acabam produzindo uma urina mais concentrada que a dos cães mesmo ingerindo menos água que eles”, aponta Alexandra. Mas o problema de beber pouca água, segundo Alexandre Daniel, veterinário especialista em felinos e proprietário da Clínica Gattos (SP), é que a concentração da urina pode predispor a doenças como cistites (infecção do trato urinário inferior) e cálculos renais (cristais que se agrupam, formando uma espécie de “pedra”), além de outros problemas nos rins, uretra e bexiga.

Frescura de gato 

Apesar de parecer simples, incentivar o felino a beber mais água pode ser uma das tarefas mais difíceis para alguns donos. Enquanto os tutores devem controlar a quantidade de comida oferecida aos bichanos de acordo com a orientação de um veterinário de confiança, a água tem de ser fornecida livremente e seu consumo, incentivado. De acordo com Sandra Nogueira, médica veterinária da Royal Canin, um bichano deve consumir, por dia, cerca de 50 ml por quilo.

Acostumados desde cedo

Contudo, para que o gato crie esse hábito, é preciso acostumá-lo desde cedo. “É fundamental que os felinos aprendam a beber bastante água desde pequenos a fim de evitar desidratação e doenças no trato urinário”, alerta Sandra. Se há resistência do animal em beber água, é dever do dono entender o motivo. “Proprietários que têm cachorros e felinos podem não separar a água dos pets da casa e isso inibe o bichano a tomar água devido à baba do cão”, relata a veterinária Sandra.

A veterinária ainda enumera outras razões, como: gatos costumam não beber em vasilhas de boca estreita, pois não gostam de encostar os bigodes na borda; não ingerem água que não esteja fresca ou seja corrente; e resistem a potes sujos ou que tenham cheiro forte de produtos usados para limpeza. “Os bigodudos têm preferência pelas grandes poças. É assim que eles tinham contato com a água na natureza”, explica Alexandre Daniel. Para trazer isso para o cotidiano desses animais domésticos, a água deve ser ofertada em potes largos ou fontes com água em movimento.

domingo, 9 de novembro de 2014

Vermífugo Proibido Para Gatos







Bom, se você tem gatos é bom saber que existe um vermífugo que não se deve dar para o seu gato. Ele se chama IVOMEC ou IVERMECTINA.

Esse é um remédio para bovinos e outros animais de grande porte para tratamento de parasitas que é usado para tratamento de vermes, problemas de pele ou de ouvido em cachorros, e as vezes em gatos. Muitos veterinários estão acostumados com cachorros e acabam receitando isso para os gatos de forma equivocada.

A Ivermectina só pode ser usada em gatos se for para uso tópico e se fosse eu, pesquisaria a respeito. Não use nem deixe ninguém administrar IVERMECTINA no seu gato por via oral ou subcutânea. Não deixe porque existe grande possibilidade do gato morrer.

Essa substância atua no sistema nervoso e paralisa incluvise o sistema involuntário do animal. Isso significa que ele pode parar de respirar.

Isso aconteceu conosco 2 anos atrás. Foi uma dosagem muito controlada, mas os gatos eram filhotes e a veterinária aplicou o procedimento padrão da veterinária chefe da clínica. Gatos não são cachorros. Não era o certo a se fazer.

Em nosso caso, foi uma aplicação subcutânea (em baixo da pele) e em poucas horas um gato estava inconsciente e os outros três estava muito grogues, cambaleando e começando a parar. Um deles era mais velho e não teve muitos problemas, se recuperou em dois dias. Os outros três tiveram problemas graves, ficaram respirando com ajuda de oxigênio por 24 horas. Dois sobreviveram e se recuperam completamente em 5 dias. Um deles morreu de insuficiência respiratória. Era difícil entubar pelo tamanho dele. O oxigência tinha que ficar na entrada do narina.

Fizemos muitas pesquisas naquela época, inclusive em textos médicos em inglês para tentarmos um tratamento. Ninguém sabia o que fazer. E aprendemos muita coisa. Tiramos dúvidas com os veterinários, que nos pediram desculpas pelo erro no procedimento, mas o estrago estava feito. Nos EUA esta substância é PROIBIDA para FELINOS. PROIBIDA!

Os gatos são muito sensíveis ao medicamento e algumas poucas espécies de cães também. Só se recomenda essa substância para gatos em caso de verme do coração e com dozagem extremamente controlada. SOMENTE PARA GOTOS ADULTOS.

Como tratar o envenetamento por Ivermectina?

Se a ingestão for pela boca (via oral), o veterinário deve administrar carvão ativado para o animal nas primeiras horas. A absorção da substância é rápida, então quanto mais rápido você chegar ao veterinário, melhor.

Se a aplicação for via injeção por baixo da pele, aí o problema é sério. Porque a absorção é lenta e não há tratamento. Não me lembro de tudo porque fazem 2 anos que pesquisei, mas se não me engano, leva até 24 horas para absorver tudo. Nesse período, você deve deixar o gato bem alimentado e hidratado. Porque isso ajuda a diluir a substância. Começe a alimentação o quanto antes. Matenha o estomago com comida, mesmo que seja via sonda (o veterinário sabe como fazer). Se ele der a impressão que não consegue se mexer, está muito grogue, significa que existe grande chance dele entrar em coma ou algo assim. Leve para o veterinário e mande entubar. Ele vai precisar de respiração artificial.

Me lembro que na época, li relatos de pessoas falando que perderam seus animais, inclusive cachorros por tratamentos prolongados com essa substância. Você não precisa acreditar no que está escrito aqui, por isso faça mais pesquisas. Existem bons veterinários e péssimos veterinários. Isso serve para qualquer profissão.

Evite vermífugos para gatos muito novos (1 mês), porque a morte dos vermes pode intoxicar o gato também. (Isso foi um veterinário que me falou, eu não pesquisei).

A Ivermectina usada POR CIMA da pele do gato para tratar algumas doenças de pele e não dentro do animal, parece que não causa problemas.






Fonte: http://cozinhaveg.blogspot.com.br/2010/04/vermifugo-proibido-para-gatos.html










quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Rio de Janeiro - Como castrar seu animal DE GRAÇA - SEPDA - Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais

AGENDAMENTO ON-LINE PARA CASTRAÇÃO GRATUITA

O Serviço que é oferecido gratuitamente aos moradores da cidade do Rio de Janeiro ganha hoje uma nova ferramenta que facilita o agendamento. 

Nessa inovadora plataforma os cidadãos podem a partir de hoje marcar a castração do seu animal on-line, com o simples preenchimento das informações do responsável, posto de atendimento desejado e alguns dados do animal o sistema já fornece as datas disponíveis para realização da esterilização. Após a confirmação os dados são salvos e é gerado um protocolo onde constam todas as informações necessárias, que podem ser enviadas para o email cadastrado ou impressas. 

O cidadão também poderá visualizar todos os agendamentos realizados e cancelar caso necessário para poder reagendar. 

Saiba mais e acesse pelo link:















quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Doação de Vermifugos



Os gatinhos da Colônia que ajudamos precisam ser vermifugados.

Quem pode doar uma caixinha de vermífugo para gatos?

Se você tiver em casa alguma sobra da vermifugação de seus felinos ainda na validade também ajuda.

Temos Voluntários para receber sua doação nos seguintes bairros:
Laranjeiras
Ilha do Governador
Tijuca
Barra da Tijuca

Contatos: patasparaadocao @gmail.com




Estes são alguns dos Felinos que receberão sua ajuda:

   





Campanha de Adoção - 08 de Novembro de 2014 - RJ



Proximo Sábado. 
Parque dos Patins, Lagoa, RJ

Compartilhe, divulgue. 
Seja Solidário 
Quem não pode adotar, pode ajudar: 
doe ração, vermifugos, Revolution, Capstar. 



Precisamos sempre!