Follow by Email

domingo, 9 de novembro de 2014

Vermífugo Proibido Para Gatos







Bom, se você tem gatos é bom saber que existe um vermífugo que não se deve dar para o seu gato. Ele se chama IVOMEC ou IVERMECTINA.

Esse é um remédio para bovinos e outros animais de grande porte para tratamento de parasitas que é usado para tratamento de vermes, problemas de pele ou de ouvido em cachorros, e as vezes em gatos. Muitos veterinários estão acostumados com cachorros e acabam receitando isso para os gatos de forma equivocada.

A Ivermectina só pode ser usada em gatos se for para uso tópico e se fosse eu, pesquisaria a respeito. Não use nem deixe ninguém administrar IVERMECTINA no seu gato por via oral ou subcutânea. Não deixe porque existe grande possibilidade do gato morrer.

Essa substância atua no sistema nervoso e paralisa incluvise o sistema involuntário do animal. Isso significa que ele pode parar de respirar.

Isso aconteceu conosco 2 anos atrás. Foi uma dosagem muito controlada, mas os gatos eram filhotes e a veterinária aplicou o procedimento padrão da veterinária chefe da clínica. Gatos não são cachorros. Não era o certo a se fazer.

Em nosso caso, foi uma aplicação subcutânea (em baixo da pele) e em poucas horas um gato estava inconsciente e os outros três estava muito grogues, cambaleando e começando a parar. Um deles era mais velho e não teve muitos problemas, se recuperou em dois dias. Os outros três tiveram problemas graves, ficaram respirando com ajuda de oxigênio por 24 horas. Dois sobreviveram e se recuperam completamente em 5 dias. Um deles morreu de insuficiência respiratória. Era difícil entubar pelo tamanho dele. O oxigência tinha que ficar na entrada do narina.

Fizemos muitas pesquisas naquela época, inclusive em textos médicos em inglês para tentarmos um tratamento. Ninguém sabia o que fazer. E aprendemos muita coisa. Tiramos dúvidas com os veterinários, que nos pediram desculpas pelo erro no procedimento, mas o estrago estava feito. Nos EUA esta substância é PROIBIDA para FELINOS. PROIBIDA!

Os gatos são muito sensíveis ao medicamento e algumas poucas espécies de cães também. Só se recomenda essa substância para gatos em caso de verme do coração e com dozagem extremamente controlada. SOMENTE PARA GOTOS ADULTOS.

Como tratar o envenetamento por Ivermectina?

Se a ingestão for pela boca (via oral), o veterinário deve administrar carvão ativado para o animal nas primeiras horas. A absorção da substância é rápida, então quanto mais rápido você chegar ao veterinário, melhor.

Se a aplicação for via injeção por baixo da pele, aí o problema é sério. Porque a absorção é lenta e não há tratamento. Não me lembro de tudo porque fazem 2 anos que pesquisei, mas se não me engano, leva até 24 horas para absorver tudo. Nesse período, você deve deixar o gato bem alimentado e hidratado. Porque isso ajuda a diluir a substância. Começe a alimentação o quanto antes. Matenha o estomago com comida, mesmo que seja via sonda (o veterinário sabe como fazer). Se ele der a impressão que não consegue se mexer, está muito grogue, significa que existe grande chance dele entrar em coma ou algo assim. Leve para o veterinário e mande entubar. Ele vai precisar de respiração artificial.

Me lembro que na época, li relatos de pessoas falando que perderam seus animais, inclusive cachorros por tratamentos prolongados com essa substância. Você não precisa acreditar no que está escrito aqui, por isso faça mais pesquisas. Existem bons veterinários e péssimos veterinários. Isso serve para qualquer profissão.

Evite vermífugos para gatos muito novos (1 mês), porque a morte dos vermes pode intoxicar o gato também. (Isso foi um veterinário que me falou, eu não pesquisei).

A Ivermectina usada POR CIMA da pele do gato para tratar algumas doenças de pele e não dentro do animal, parece que não causa problemas.






Fonte: http://cozinhaveg.blogspot.com.br/2010/04/vermifugo-proibido-para-gatos.html