Follow by Email

terça-feira, 5 de julho de 2011

Deficientes visuais que trabalham na indústria paulista ganham cães guia





O SESI-SP e o Instituto Meus Olhos tem 4 patas, com o apoio da Fundação DorinaNowill, lançam nesta terça-feira (5), na sede da Fiesp, o Projeto Cão-Guia SESI-SP. A iniciativa para transferência de tecnologia social beneficiará deficientes visuais que trabalham na indústria paulista. O projeto contempla a criação, treinamento e doação de cães-guias para industriários com deficiência visual, permitindo mobilidade autônoma e segura a esse público.

Em sua primeira etapa, os 32 filhotes de cães das raças Labrador e Golden, adquiridos pelo SESI-SP, serão entregues a famílias acolhedoras, selecionadas pela entidade, para diferentes vivencias e situações que permitirão equilíbrio comportamental aos futuros cães-guias. No segundo momento, os animais serão encaminhados ao centro de treinamento do Instituto Meus Olhos tem 4 patas para adestramento intensivo e especializado. Nessa etapa, o cachorro será avaliado, permanentemente, por treinadores qualificados. O treinamento terá duração de 6 a 8 meses, dependendo da evolução do animal.

Já no terceiro momento, os cães escolhem seu futuro dono e passam por um período de instrução com seu futuro dono. Os cães-guias serão doados gratuitamente aos industriários com deficiência visual, previamente selecionados pelo SESI-SP. Estima-se que no Brasil tenha 16 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo cerca de 2,6 milhões vivendo em São Paulo.

No site do SESI-SP é possível se inscrever para se tornar uma família acolhedora. Dúvidas e informações sobre quem pode adotar, quais as regras para adoção e como deve ser o manejo dos futuros cães-guias podem ser esclarecidas acessando http://www.sesisp.org.br/caoguia/