Follow by Email

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

SARNA DE OUVIDO E OS FLORAIS DE BACH



foto: Daniel Fernandes

“Podemos erradicar a instabilidade desenvolvendo a autodeterminação, fortalecendo a mente e agindo com firmeza, em vez de estacionarmos na hesitação e na dúvida. Mesmo que possamos cometer erros no começo, sempre é melhor agir do que perder uma oportunidade devido à indecisão.“ - Edward Bach.

Sarna de ouvido ou sarna otodécica é uma parasitose causada por ácaros, os “otodectes cynotis”, que vivem na superfície da pele e acomete cães e gatos.

Estes parasitas causam muita coceira, na região das orelhas, e o surgimento, dentro do ouvido de grande quantidade de cera marrom escura. A cera em excesso é causada pela presença desses ácaros que, são minúsculos parasitas, semelhantes a carrapatos (sarna). Estes parasitas habitam o conduto auditivo externo, bem como a pele em volta deste, podendo até atingir toda a cabeça do animal.

A sarna otodécica é exclusiva e contagiosa entre os animais.

A sarna de ouvido, se não for tratada (pelo veterinário), evolui para uma otite, que é uma infecção dolorosa no ouvido, de origem bacteriana. A sarna otodécica é a causa primária de otite em mais de 50% dos gatos e em torno de 10% nos cães.

Tratamento:
O interior do ouvido deverá ser limpo pelo veterinário que, prescreverá a aplicação de anti-parasitário no ouvido e na região das orelhas.
A sarna de ouvido é diagnosticada e tratada pelo médico veterinário.

Florais de Bach:
Edward Bach, renomado médico patologista e bacteriologista, atuante por mais de 20 anos em Londres, abandonou sua prática em 1930 para dedicar-se integralmente à pesquisa de seu método de cura pelas flores. Desde sua época de estudante, interessava-se mais pelos pacientes do que por suas doenças, pois sentia que ocupar-se dos sintomas físicos não era o bastante. Considerava os métodos de tratamento da época agressivos e com poucos resultados efetivos.

Todos os remédios usados em seu método são preparados a partir de flores, arbustos ou árvores silvestres. Não são prescritos diretamente segundo o mal estar físico mas sim, de acordo com o estado mental do paciente. Os remédios de Bach tratam as pessoas e os animais doentes e não as doenças.
As essências agem equilibrando os pensamentos e as emoções de humanos e animais e, em conseqüência seus efeitos tornam-se visíveis no comportamento. As essências agem nas potencialidades latentes, elas acionam o poder de auto-cura que há em cada ser.

A Organização Mundial de Saúde reconhece o efeito da terapia floral de Bach desde 1976 como medicina vibracional.
Os florais não são legalmente considerados remédios.
Os benefícios das essências florais de Bach acontecem independentemente da credibilidade ou sugestionabilidade de quem os usa – prova disso é seu uso em veterinária, bebês, pessoas em estado de coma, etc..

A terapia floral, é medicina vibracional, energética, mas ainda não foi confirmado que os florais sejam sensíveis ou que percam seu efeito se expostos a ondas eletromagnéticas ( computador, micro-ondas ). No entanto, como não há nenhuma conclusão a respeito, é melhor evitar a exposição dos florais aos campos eletromagnéticos.
Não há restrições quanto ao tempo de uso dos florais de Bach.

Florais de Bach indicados para ajudar a tratar a sarna de ouvido, junto com o tratamento do veterinário. Esta relação não é um guia – é, meramente, uma sugestão.

Consulte o terapeuta floral:

- crab apple
Para tratar animais com parasitas, pulgas, carrapatos, vermes. Ajuda a cicatrizar abcessos e feridas.

- rescue
Para coceira muito intensa. Trata o estresse e a tensão.

- sweet chestnut
Para tratar o animal que se coça a ponto de provocar feridas, devido a problemas de ouvido e/ou pele.

- impatiens
Para tratar irritações de pele, coceira e eczema...

- white chestnut
Para tratar o estresse que advém da coceira constante.


Dra. Martha Follain
Colunista do site GREEPET. Formada em Direito. Especialista em Florais de Bach para animais e humanos pelo Instituto Bach. Possui ainda formação em Aromaterapia, Florais de Minas, Fitoterapia Brasileira, Terapia Ortomolecular, Bioeletrografia, Cristaloterapia, Cromoterapia, Terapia de Integração Craniossacral, Psicoterapia Hoística, Neurolingüística, Master Practitioner, Hipnose, Regressão e Reiki. CRT: 21524


Fonte: www.greepet.vet.br