Follow by Email

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Crianças com cães e gatos reduziram o risco de alergia






Crianças que crescem juntas com cães e gatos têm uma redução significativa no desenvolvimento alergias comuns (50 % ou mais), uma descoberta surpreendente do estudo que acompanhou centenas de crianças desde o nascimento até os 7 anos.

"Nós iniciamos o estudo observando se a exposição a cães e gatos realmente aumenta o risco de alergia, mas a resposta não foi a esperada, na verdade, foi o oposto do que nós esperávamos encontrar," disse Dr. Dennis R. Ownby, chefe do Medical College of Georgia Section of Allergy and Immunology e autor do estudo publicado na edição de 28 de agosto do Journal of the American Medical Association.

Os médicos acompanharam um grupo de 474 bebês saudáveis, na região de Detroit, desde o nascimento até os 7 anos, comparando 184 crianças que foram expostas durante a infância a dois ou mais cães ou gatos com 220 crianças que não foram expostas aos animais. Eles descobriram que as crianças que foram expostas aos animais desenvolveram 50% menos alergias comuns quando comparadas com aquelas que não foram expostas.

Além disso, um menor número de crianças dentre aquelas que ficaram em contato com animais em casa tiveram irritação nas vias aéreas, um fator de risco para a asma. A reatividade foi baseada na reação das vias aéreas a estimulantes químicos chamado metacolina. Cerca de 7% das crianças desenvolveram asma durante o estudo, o que está dentro da média nacional.

Dr. Ownby notou que vários estudos anteriores, realizados no país e em outros países, forneceram a primeira evidência sugerindo que o contato com animais pode reduzir o risco de alergias em crianças. Por exemplo, estudos no sul da Alemanha e na Suíça mostraram que as crianças que moram na cidade tiveram índices maiores de alergias do que aquelas que moram em fazendas.

Os pesquisadores acreditam que o contato com cães e gatos leva a um risco menor de alergias porque a convivência das crianças com os animais as expõem a níveis mais altos de endotoxinas, produtos de decomposição de bactérias Gram-negativas comumente encontrada na boca de cães e gatos. "O contato com essas endotoxinas é o que força o sistema imunológico a desenvolver um diferente padrão de resposta que faz com que você se torne menos alérgico," diz ele.




Fonte: Journal of the American Medical Association, 28/08/02 (http://emedix.uol.com.br/not/not2002/02ago27imu-jama-cdw-alergia.php)