Follow by Email

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

ANIMAIS COM NECESSIDADES ESPECIAIS


ANIMAIS COM NECESSIDADES ESPECIAIS – AMPUTADOS, PARAPLÉGICOS E TETRAPLÉGICOS


por Martha Follain





http://2.bp.blogspot.com/_EYuNG2dCi5k/SEzA-Wy-SCI/AAAAAAAAAsU/pFyR8JM_rww/s400/Prot4.jpg
Foto Young Kwak/AP
Stumpy, um canguru que vive em um santuário para animais, em Ohio, EUA, ganhou uma prótese de perna, que reproduz o movimento dos cangurus, e  foi desenvolvida por veterinários licenciados pela Sociedade Americana de Ortopedia. http:domescobar.blogspot.com    http://veja.abril.com.br/180608/p_140.shtml





Até agora, animais paraplégicos, tetraplégicos e amputados, não tinha outra opção – eram eutanasiados, para evitar uma vida de dor e sofrimento. Mas, esta perspectiva sombria está mudando, com a criação de próteses, por vários veterinários, ortopedistas, e engenheiros, em todo o mundo.


http://veja.abril.com.br/180608/imagens/animais2.jpg
A águia Beauty como foi encontrada num bosque do Alasca, com parte do bico arrancada por um tiro, e depois da aplicação da prótese. À direita, pesquisadores americanos finalizam o implante de naylon. Mas essa não é a prótese definitiva – ela receberá um bico mais resistente, de titânio.http:domescobar.blogspot.com    http://veja.abril.com.br/180608/p_140.shtml





http://veja.abril.com.br/180608/imagens/animais1.jpg
 O golfinho Fuji em seu lar, um aquário no Japão: prótese feita de borracha substitui a cauda, perdida devido a uma doença desconhecida 





  



http://veja.abril.com.br/180608/imagens/animais4.jpg
Desenvolver uma prótese para um elefante, pode-se imaginar, é tarefa complexa. Tanto que a elefanta tailandesa Motala só ganhou um modelo – ainda provisório – seis anos após pisar numa mina terrestre e sofrer a amputação da pata dianteira esquerda. Feita de lona e serragem, a prótese pesa dez quilos e é presa ao corpo por uma atadura. Os veterinários já estão trabalhando em um modelo mais leve, de fibra de vidro e silicone, para substituí-la.





http://veja.abril.com.br/180608/imagens/animais3.jpg
O cão Maulee, que vive na Geórgia, Estados Unidos: a pata, arrancada por uma ceifadeira de trigo, foi substituída por uma prótese de madeira e fibra de carbonohttp://veja.abril.com.br/180608/p_140.shtml





Várias técnicas estão se multiplicando, dentre elas, a chamada de integração óssea – uma placa de titânio é aplicada na ponta do osso, e aí é encaixada a prótese. O encaixe fica firme, e o número de infecções e dor, causados pelo atrito, ficam diminuídos. Essa técnica ainda está sendo aperfeiçoada. 






cadeira-rodas-animais-ma







No Brasil, já temos uma solução econômica para ajudar animais tetraplégicos, criada  pela  ambientalista baiana, Scheyla Bittencourt – é uma cadeira de quadro rodas em PVC, uma versão da cadeira de duas rodas, para animais paraplégicos. A tetraplegia e a paraplegia não inibem os órgão vitais como pulmões, intestinos, rins, coração. E assim, o animal, com certos cuidados, pode levar uma vida normal. Muitos animais, nessas condições, vivem até uma idade avançada.
A ambientalista é a idealizadora do Projeto Malu,http://projetomalu.blogspot.com, que age protegendo animais carentes e com deficiência corporal.



Pesquisa:
Martha Follain: www.floraisecia.com.br



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




Nós, do Patas e Patas, indicamos também nosso grande amigo Ricardo. Ele é protetor, amante dos animais e desenvolve os aparelhos conforme as necessidades dos animais.



Protetores para as patas
Alça ortopédica
Rampa para cães
Carrinhos para cães e gatos
E muito mais


http://www.orkut.com.br/Main#AlbumList?uid=12419062765761201076





Blog: http://rb.orthopets.nafoto.net/




No Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=0ffZb2uVMmU 
http://www.youtube.com/watch?v=fA7G7ENZ5bE


CONTATO: 

RICARDO BASTOS 
(21) 34153412 (21) 98161634