Follow by Email

quarta-feira, 16 de março de 2016

Gatos perdidos - Dicas de como proceder para encontrá-los.

A galera do Esquadrão Pet fez um post bacaninha e queremos compartilhar com vocês.




Vira e mexe chegam até nossos emails ou nas nossas páginas do facebook apelos de pessoas que perderam seus gatos. Infelizmente muitas vezes apesar de todos os cuidados dessas pessoas mesmo gatos confinados podem fugir. Porém donos responsáveis não devem deixar seus animais ter acesso a rua. 

Há alguns anos acompanhando casos de desaparecimento, e tentando ajudar, acabamos descobrindo que as características dos felinos faz com que eles raramente sejam encontrados longe de onde fugiram, ou seja de onde moram, ou se por um acaso fugirem por algum acidente, também existe a chance de serem localizados nas proximidades de onde ocorreu.

Com algumas exceções normalmente estarão na mesma quadra, escondidos ou impossibilitados de voltar para sua casa por terem ficado trancados dentro de alguma casa abandonada, ou mesmo de tão apavorados não conseguem se mexer e acabam se escondendo sem que ninguém os descubra.
Não podemos esquecer que gatos originalmente eram bichos de toca, e que ao se sentirem inseguros vão procurar se esconder reagindo as suas características genéticas que sempre afloram quando se sentem ameaçados.

1- Este foi um caso emblemático porque o gatinho Tiger era semi feral e não gostava de ficar preso a noite. Então de dia ele ficava dentro de casa em companhia de uma dog alemã que o adorava, e a noite era solto para dar suas voltinhas. Como ele tinha que ser pego toda manhã no telhado, o seu tutor colocou uma coleira (tipo peitoral) para facilitar o manejo.

Um dia após ter sido castrado e mantido durante uma semana preso ele desapareceu. Sua família o procurou por semanas até que desistiu.
Nessa época estávamos envolvidos atuando no controle de uma colônia de gatos que haviam sido abandonados em uma casa que foi vendida para se construir um prédio, e a colecionadora simplesmente fechou a casa e se mandou. Mas muitos destes gatos não apareciam quando íamos colocar ração, água e as gatoeiras para capturá-los para castrar. Até que depois de meses que estávamos atuando no local uma moça chamada Andréia, que morava em um prédio em frente a este local, e que costumava andar com suas cachorras pela rua se aproximou, e disse que havia pego um gato rajado de cinza muito ferido, com uma coleira peitoral que havia se deslocado e provocado um grande ferimento embaixo da pata dianteira. Ela disse que precisava de ajuda para doá-lo. O Tiger praticamente pediu socorro a ela porque devia estar sentindo muita dor. Uma protetora do bairro se lembrou que alguém estava procurando um gato que fugiu usando uma peitoral vermelha e dessa forma conseguimos proporcionar o reencontro da família com o Tiger. Ele nunca mais quis sair da segurança de sua casa.
A colônia em questão estava a cerca de 200 metros da casa de onde ele havia fugido


2- Dos 10 gatos da casa a Sofia era a única que tinha acesso a rua. Sua dona achava que por ela ter sido criada livremente iria se deprimir e por isso permitia que desse umas bandas.

Um dia desapareceu. Seus tutores ficaram maluquinhos procurando por ela. Após 1 semana foi encontrada há cerca de 100 metros da sua residência escondida em um estacionamento. Estava muito machucada, tinha levado um chute na boca e sofreu 3 cirurgias de reconstrução do pálato.

3- Uma gata estava sendo levada para receber soro em uma clínica veterinária. Sua tutora levou um tombo, a porta da caixa de transporte caiu e ela fugiu. Seguindo as instruções de como proceder para encontrar seu animal ela conseguiu localizá-la após alguns dias escondida atrás de uma máquina de lavar roupas. Graças aos cartazes que tinham sido espalhados isso foi possível.

4- O gato Genésio desapareceu em um bairro muito movimentado na zona sul de SP. Sua tutora ficou quase maluca. Andava pelo bairro de madrugada, espalhou cartazes, perguntava dele para os vizinhos mas já estava quase desistindo quando a chamaram em um escritório que ficava nos fundos de sua casa. Ele ficou escondido lá dentro durante vários dias sem que ninguém percebesse.

Estes são apenas alguns exemplos que comprovam nossa teoria e que graças a as dicas que seguem abaixo temos conseguido ajudar alguns gatos a serem encontrados.




Fonte: http://esquadraopet.blogspot.com.br/