Follow by Email

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Câmara adia votação sobre criminalização de violência contra cães e gatos

O que podemos esperar dos nossos representantes, quando vemos os escândalos e mais escândalos, dos mais graves aos mais bizarros? 




Diversos deputados questionaram o fato de o texto estabelecer penas muito severas para os crimes praticados contra os animais.


Projeto estipula pena de 5 a 8 anos de reclusão para quem matar animais no Brasil.Foto: Eraldo Lopes

Brasília - O Plenário da Câmara dos Deputados decidiu, na manhã desta quinta-feira (23), adiar a votação, por duas sessões, do Projeto de Lei que criminaliza a prática de atos contra a vida, a saúde ou a integridade física e mental de cães e gatos.

Diversos deputados questionaram o fato de o texto estabelecer penas muito severas para os crimes praticados contra os animais. “Não se pode aprovar um texto que estabelece pena maior para o crime culposo cometido contra o animal do que o praticado contra pessoas”, disse o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ) também considera que a proporção da pena merece ser revista, bem como a possibilidade de abranger outros animais, além de cães e gatos. De acordo com o projeto, do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), a pena para quem provocar a morte desses animais seria de 5 a 8 anos de reclusão.

Fonte:  d24am.com